O estudo identifica e debate as principais metodologias contemporâneas de mensuração da cooperação internacional para o desenvolvimento (incluindo a cooperação Norte-Sul e Sul-Sul). Com vistas à elaboração de um modelo para monitorar os fluxos da cooperação internacional brasileira a partir do orçamento público foram levantadas as principais características, críticas e reflexões destas metodologias.  Neste trajeto atentamos a três elementos centrais: as modalidades da cooperação (qual é a natureza dos fluxos), os instrumentos de análise (através de quais ferramentas a cooperação é realizada) e as unidades de medida (que indicadores serão utilizados para a mensuração). A pesquisa recebeu o apoio da Oxfam Brasil.

SILVA, Daniel Martins; SUYAMA, Bianca; POMEROY, Melissa; SANTOS, Vinicius Sousa dos. Panorama do monitoramento dos fluxos da cooperação internacional para o desenvolvimento: oportunidades e desafios para construção de uma metodologia brasileira. São Paulo: Articulação Sul, 2016

Acesse o documento-base aqui